19 de mai de 2016

DOCUMENTÁRIO: JEREMY SCOTT – THE PEOPLE’S DESIGNER.

#HENRIQUEINDICA


No post da semana tenho uma indicação de um documentário que assisti recentemente no Netflix, que chama: Jeremy Scott – The People’s Designer. Já indiquei para alguns amigos e gostaria de registrar e compartilhar com você também que parou um tempinho do seu dia para vir até aqui.

O documentário é sensacional, eu adoro documentários que envolvem moda e este sobre a história do Jeremy, que sempre foi um estilista que gostei muito pelo seu estilo autêntico e divertido, me fez assisti-lo duas vezes. Não sou nenhum expert no assunto, não tenho formação alguma em moda; tudo o que eu falar aqui é de curioso mesmo, de um assunto que me atrai muito. Portanto se estiver falando alguma besteira, me corrijam por favor rs.

Com duração de 1h:40 minutos, o documentário mostra quando ele foi chamado para ser diretor criativo da Moschino que é uma casa de alta costura italiana que atingiu patamar de sucesso nos anos 80, sempre com uma ‘’pegada’’ irreverente mantendo sempre o contexto da época vigente. Após um tempo de sucesso a marca entrou em decadência mediante a difícil concorrência de tantas outras grifes surgindo nos anos 90, Jeremy foi chamado para dar um up e revitalizar a marca. E conseguiu! 


MOSCHINO E JEREMY NA MÍDIA

Atualmente a Moschino é uma icônica marca sob comando de Jeremy que lança inúmeras tendências; é queridinha das celebs como Katy Perry, Rihanna, Nicki Minaj, Rita Ora (que por sinal aparecem no documentário dando seus depoimentos) e as brasileiras Anitta e Sabrina Sato, que já se declararam fãs da marca e há algum tempo atrás foram convidadas pelo próprio estilista para participarem da festa de lançamento em São Paulo de uma linha que ele assinou em parceira com a marca de calçados Melissa. 


No Superbowl do ano passado, durante o show do intervalo, Katy Perry, outra fã assumida da marca usou criações de Jeremy. No documentário mostra toda a preparação da cantora assim como curiosidades da confecção dos trajes para a apresentação e até mesmo no dia do evento, o próprio Jeremy estava lá para vesti-lá e garantir que tudo saísse perfeito. 



Recentemente no dia 02 de abril, Scott foi acompanhando a cantora Nicki Minaj no baile MET GALA 2016 da Revista Vogue USA que aconteceu em NY, para a ocasião o estilista criou um vestido exclusivo para Nicki atraindo vários flashes da noite. 



VOLTAMOS AO DOCUMENTÁRIO...

Mostra com depoimentos do próprio Jeremy, familiares e amigos sua infância na pacata cidade de Kansas City (meio oeste dos EUA), seu sonho que desde criança era ser estilista, relatando de forma bastante dura o bullying que sofria na escola; em um dos trechos Jeremy diz que em seu último dia de aula, sentou-se na escada da escola e ria muito; uma amiga chega perto e pergunta o motivo de tanta alegria e ele responde "estou rindo pois nunca mais vou ter que ver essas pessoas na vida novamente" MARAVILHOSO!

Além disso, mostra o processo de criação de outra linha que é assinada por ele na Adidas Originals. Conhecem o famoso tênis com asas nas laterais? Ou o tênis que tem um ursinho acoplado? Pois então também foram criados por ele em parceira com a Adidas Originals (que é uma marca mais "cool" da Adidas, não é focado no sportwear como é a Adidas tradicional).



Sem querer dar muito spoiller, mas um dos depoimentos me chamou bastante atenção é do rapper A$AP ROCKY que segundo ele cresceu no gueto e ninguém usaria um tênis com asas há tempos atrás, hoje em dia, o tênis é usado desde o gueto até a elite. E total concordo com essa declaração, o documentário mostra bastante isso, que algumas criações do Jeremy abrigam diversos tipos de públicos e gêneros.

Além do tênis com certeza você já deve ter se esbarrado por aí com alguma referência a Jeremy Scott. Sabe aquelas capinhas de celulares que imitam produtos de limpeza que são pirateadas em grande escala, pois então, Jeremy que lançou pela Moschino uma coleção com essa temática e a popularizou na moda fazendo com que a tendência fosse utilizada nos mais diversos segmentos e nichos. 


Outra tendência que foi amplamente divulgada é da coleção (mais uma vez pela Moschino)  inspirada na rede de fast food Mc Donald’s, com diversos itens que caíram no gosto popular. Brincando com o M de ambas as marcas a coleção foi um dos maiores sucessos da grife, sempre prezando pelo lado "fun" ao invés de estereótipos impostos pelo mercado de moda. No documentário é bastante presente esse lado que acabou virando a identidade do estilista: indo sempre contra a maré e mesmo assim atingindo o sucesso. 



Não quero me alongar muito se não vou acabar contando tudo, mas é um documentário que VALE A PENA ASSISTIR para entender o processo de criação de uma marca de moda, o qual em minha opinião isso que é bacana; a moda fica muito mais interessante com um contexto, saber o que há por trás, nos bastidores de todo o "mundo perfeito" mas que na pratica não é bem assim, neste caso, o filme mostra desde a  difícil e dura jornada de Jeremy Scott para construir sua marca do zero enfrentando inúmeras limitações até atingir seu sucesso, sendo mundialmente reconhecido. É bastante inspirador! Recomendo a todos.


·         O documentário está disponível do NETFLIX com o título JEREMY SCOTT – THE PEOPLE’S DESIGNER na seção de documentários. 

Nenhum comentário

Postar um comentário